PIB da Rússia tem em novembro maior contração desde 2009

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014 07:09 BRST
 

MOSCOU (Reuters) - A economia da Rússia contraiu fortemente em novembro, pela primeira vez desde outubro de 2009, maior sinal até o momento do impacto das sanções ocidentais e da queda nos preços do petróleo.

O Ministério da Economia do país informou que o Produto Interno Bruto (PIB) teve retração de 0,5 por cento no mês passado, na comparação anual.

A contração deve agravar-se ainda mais com o declínio dos preços do petróleo, que acelerou em dezembro depois que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) recusou-se a reduzir a produção para sustentar os preços, que estão em queda de quase 50 por cento desde o pico deste ano, em junho.

O petróleo é a espinha dorsal da economia russa, que também contraiu acentuadamente em 2009 com outra perda nos preços da commodity.

Mas os problemas deste ano estão sendo agravados por sanções do Ocidente devido à anexação da Crimeia pela Rússia. As sanções reduziram severamente a capacidade das empresas russas para empréstimos no exterior.