Ministro alemão diz que Grécia precisa se manter no caminho da reforma

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014 14:21 BRST
 

BERLIM (Reuters) - O ministro das Finanças da Alemanha, Wolfgang Schaeuble, alertou a Grécia nesta segunda-feira contra a possibilidade de afastar-se de um caminho de reforma econômica, dizendo que qualquer novo governo em Atenas deve manter as promessas feitas pelo atual governo do primeiro-ministro Antonis Samaras.

"As reformas difíceis estão dando frutos e não há alternativa para elas", disse Schaeuble depois que os parlamentares gregos desencadearam uma eleição antecipada por não terem eleito um novo presidente em uma terceira rodada decisiva da votação no Parlamento.

"Vamos continuar a ajudar a Grécia a se ajudar em seu caminho de reforma. Se a Grécia tomar outro caminho, isto será difícil", acrescentou Schaeuble. "Novas eleições não vão mudar os acordos que fizemos com o governo grego. Qualquer novo governo terá que manter os acordos feitos pelo seu antecessor".

Samaras disse após a votação no Parlamento nesta segunda-feira que ele iria propor 25 de janeiro como a data para uma eleição geral. As pesquisas sugerem que o partido de esquerda Syriza, que rejeita os termos do resgate da Grécia pela zona do euro da Grécia, irá emergir como o partido mais forte na eleição.

(Por Noah Barkin)

 
O ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schaeuble, em coletiva de imprensa em Berlim. 02/12/2014 REUTERS/Hannibal Hanschke