Egito espera receber todo trigo russo comprado para janeiro, diz ministro

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014 15:27 BRST
 

CAIRO (Reuters) - O Egito espera receber todo o trigo que comprou da Rússia com entrega em janeiro depois de garantias de Moscou de que as medidas todas para resfriar os preços domésticos não afetarão a oferta destinada ao maior comprador mundial de trigo, disse o ministro de Suprimentos, Khaled Hanafi.

A Rússia, quarto principal exportador global de trigo, introduziu este mês controles informais para as exportações de grãos. A medida despertou preocupações de que a Rússia poderia não conseguir fornecer o trigo comprado pela estatal egípcia Gasc.

No entanto, Hanafi disse que o Egito vai manter a Rússia como uma origem de seus leilões de importações, já que o país está isento das limitações russas.

"Não há nenhum problema até agora e nós não recebemos nada oficial da Rússia que contrarie isso, por isso, no momento, tudo está normal", disse Hanafi à Reuters.

O Egito importa mais de 10 milhões de toneladas de trigo anualmente, com as compras internacionais divididas entre setor público e privado. Os grandes leilões de compra promovidos pelo governo podem mexer com os preços globais do cereal.

No início de dezembro, a estatal Gasc comprou 60 mil toneladas de trigo russo para entrega entre 21 e 31 de janeiro e 120 mil toneladas para entrega entre 11 e 20 de janeiro.

(Por Maggie Fick)