Rede de fast food Shake Shack entra com pedido de IPO nos EUA

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014 17:36 BRST
 

(Reuters) - A rede de fast food Shake Shack, que surgiu a partir de uma banca de cachorro-quente no parque Madison Square em Nova York, entrou com pedido para uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) em uma época em que ofertas de ações de restaurantes casuais se provaram um sucesso entre investidores.

A Shake Shack, conhecida pelos seus Shackburgers, tem conseguido fãs desde que foi fundada por Daniel Meyer em 2001.

A empresa Union Square Hospitality Group (USHG), de Meyer, também controla outros populares restaurantes de Nova York, incluindo Blue Smoke, Gramercy Tavern e Union Square Cafe, que não estão envolvidos no IPO.

O planejado IPO se segue a uma série de ofertas de sucesso por redes de comida casuais este ano, incluindo El Pollo Loco Holdings e Zoe's Kitchen.

As ações da rede de hamburguerias Habit Restaurants mais do que dobraram de valor em sua estreia no mês passado.

Além da USHG, investidores incluem o fundo de private equity Leonard Green & Partners e Select Equity Group.

A Shake Shack, que tem 63 restaurantes, opera principalmente na costa leste dos Estados Unidos, mas abriu lojas no exterior, como em Londres, Istambul e Dubai.

J.P. Morgan, Morgan Stanley e Goldman Sachs estão entre os coordenadores do IPO, de acordo com o prospecto preliminar da oferta.

O documento não informou quantas ações a companhia planeja vender ou seu preço esperado.   Continuação...