Hyundai irá construir duas fábricas na China em meio à desaceleração econômica

terça-feira, 30 de dezembro de 2014 09:05 BRST
 

SEUL (Reuters) - A Hyundai Motor anunciou nesta terça-feira que irá construir duas fábricas na China, suas primeiras novas unidades industriais desde 2012, conforme a montadora sul-coreana aposta no crescimento do maior mercado de carros do mundo, mesmo com a desaceleração da economia do país.

A Hyundai disse que as fábricas, que vão começar a produção em 2016 e 2017, vão ajudá-la a melhor competir com suas rivais, incluindo a Volkswagen e a General Motors. A afiliada Kia Motors também disse que irá expandir a capacidade em uma de suas três fábricas na província de Jiangsu para até 450.000 veículos até 2016, ante 300.000 hoje.

As montadoras não quiseram detalhar investimentos, mas a Hyundai disse que as fábricas, que são capazes de produzir 300.000 veículos cada, irão ajudar a empresa e a Kia a manter a sua fatia de mais de 10 por cento do mercado na China.

As duas companhias disseram que esperam ter uma capacidade de produção combinada na China de 2,7 milhões de veículos comerciais e de passageiros até 2018. Atualmente, a Hyundai tem três fábricas no país.

Os planos de expansão da Hyundai e da Kia são divulgados poucos dias depois de os executivos da Toyota Motor terem dito à Reuters que a montadora japonesa não deve atingir sua meta de 2014 devido a uma desaceleração econômica mais rápida que o esperado.

(Por Hyunjoo Jin)