Cemig buscará cancelar crédito cobrado pelo Estado de Minas

terça-feira, 30 de dezembro de 2014 16:44 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A empresa mineira de energia Cemig informou nesta terça-feira que seu conselho de administração aprovou tomar medidas judiciais e administrativas para cancelar em definitivo um crédito cobrado pelo Estado de Minas Gerais relativo à uma operação realizada em 2011.

A empresa enfrenta processo administrativo no qual é cobrada pelo Estado, seu controlador, pelo pagamento da diferença entre a aplicação da taxa Selic e do IGP-M sobre o valor de Adiantamento para Futuro Aumento de Capital (Afac) feito nos anos de 1995, 1996 e 1998 e devolvido pela Cemig, em 2011, atualizado pelo IGP-M.

O conselho ainda aprovou realizar depósito administrativo ou judicial no valor de 239,4 milhões de reais como uma das medidas para suspender a exigibilidade do crédito cobrado pelo Estado.

(Por Anna Flávia Rochas)