Mercados asiáticos encerram 2014 com cautela, ações chinesas têm melhor ano em cinco

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014 09:47 BRST
 

SYDNEY (Reuters) - As ações chinesas celebraram seu melhor ano em cinco nesta quarta-feira, ao passo que outros mercados na Ásia terminaram 2014 com um tom de cautela conforme preocupações com o futuro da Grécia na zona do euro serviram como desculpa para a realização de lucros.

Na China, o índice CSI300 das maiores empresas listadas em Xangai e Shenzhen subiu 2,2 por cento, encerrando o ano com ganhos de quase 50 por cento, no maior avanço entre os principais mercados do mundo.

Quase toda a alta se deu no último par de meses, à medida que esperanças de estímulos monetários mais agressivos para fazer frente à desaceleração econômica impulsionaram bancos e corretoras.

As maiores fabricantes de trens da China, a China CNR e a CSR Corp registraram fortes ganhos após confirmaram uma fusão de 26 bilhões de dólares.

As negociações em outros países foram afetadas por feriados no Japão, Tailândia, Coreia do Sul e Filipinas, enquanto muitos mercados na Europa ficarão fechados ou encerrarão a sessão mais cedo nesta quarta-feira.

Às 09h35 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão subia 0,43 por cento.

Entre as notícias na Ásia, o Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) final do HSBC/Markit mostrou encolhimento da atividade industrial na China em dezembro pela primeira vez em sete meses, com pouca mudança em relação à leitura preliminar e apenas reforçando as expectativas de que Pequim precisará implementar mais medidas de estímulo à economia nos próximos meses.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei não abriu nesta quarta-feira.

    . Em HONG KONG, o índice HANG SENG  subiu 0,44 por cento, a 23.605 pontos.   Continuação...