ONS vê nível de represas de hidrelétricas no Sudeste a 29,8% ao final de janeiro

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015 14:31 BRST
 

Por Anna Flávia Rochas

SÃO PAULO (Reuters) - O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) informou nesta sexta-feira que espera que o nível operativo dos reservatórios das hidrelétricas do Sudeste do país seja de 29,8 por cento ao final de janeiro.

A estimativa é uma redução da expectativa de 31,8 por cento divulgada pelo ONS na semana passada. Atualmente, o patamar de armazenamento das represas do Sudeste é de 19,45 por cento.

As chuvas que devem atingir os reservatórios da região Sudeste, a principal para a geração de energia elétrica do país, devem ser equivalentes a 82 por cento da média histórica. Já no Sul, onde os reservatórios estão com nível de 60,22 por cento, as afluências em janeiro deverão ser equivalentes a 260 por cento, mais que três vezes, a média histórica.

Já o consumo de carga de energia no sistema nacional deve apresentar uma queda de 0,4 por cento em janeiro ante mesmo mês do ano passado, refletindo expectativa de temperaturas próximas da média, contrariamente ao que se verificou no ano anterior em que as temperaturas foram muito elevadas.

"Contribuem também, para esse resultado, o baixo desempenho da indústria e a previsão de paradas temporárias de produção, com a concessão de férias coletivas no início do ano", disso o ONS.

Para a próxima semana, a previsão é de que o avanço de uma frente fria pelos Estados da região Sul no início da semana, e a partir do dia 4 no litoral da região Sudeste, ocasione chuva fraca a moderada nas bacias hidrográficas dessas regiões.

A geração de energia termelétrica continua em níveis altos, a 17.817 MW médios.

O valor da eletricidade no mercado de curto prazo, dado pelo Preço de Liquidação de Diferenças (PLD), está mantido em 388,48 reais por megawatt-hora (MWh) para a próxima semana, para todas as cargas e em todas as regiões, informou a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).