Sindicato de pilotos da American Airlines votará proposta de aumento salarial de 23%

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015 09:16 BRST
 

NOVA YORK (Reuters) - O sindicato que representa os pilotos da American Airlines aprovou a oferta contratual final da companhia aérea tarde no sábado, abrindo caminho para um aumento salarial retroativo de 23 por cento se seus membros concordarem com a proposta em uma votação neste mês.

A notícia representou um passo em direção à celebração de contratos para representação de todos os trabalhadores da companhia aérea, que se tornou a maior do mundo por tráfego de passageiros depois que se fundiu com a US Airways em dezembro de 2013.

Os seus comissários de bordo receberam um novo contrato em arbitragem no mês passado, e enquanto acordos para outras categorias como agentes de vendas de passagens estão pendentes, a companhia está preparada para evitar os atrasos em contratos de vários anos que têm impactado outras companhias aéreas que se fundiram.

"Estamos satisfeitos por nossos pilotos terem a chance de votar em um contrato que prevê um aumento salarial imediato de 23 por cento e que reconhece suas contribuições na American", disse o porta-voz da empresa Casey Norton em um comunicado enviado por email.

Ainda assim, o conselho do Allied Pilots Association (APA), que representa os pilotos da American Airlines, disse em um comunicado no sábado que estava "desapontado com este último rumo dos acontecimentos", apesar de concordar com o contrato, citando termos incompletos no contrato.

A APA ainda tem que estabelecer a data da votação, que deve ocorrer neste mês.

(Por Jeffrey Dastin)