Caffarelli diz que ajuste fiscal em 2015 será forte e exigirá muito diálogo do governo

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015 15:53 BRST
 

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro interino da Fazenda, Paulo Caffarelli, disse antes de transmitir o cargo para o novo titular da pasta, Joaquim Levy, que 2015 será um ano de ajustes, especialmente um forte ajuste fiscal, e que as reformas necessárias para a retomada do crescimento exigirão muito diálogo do governo.

Caffarelli, que era o secretário-executivo de Guido Mantega, que bateu o recorde de tempo à frente do ministério, disse ainda que a agenda de investimentos exigirá participação do mercado de capitais e apoio de bancos privados nacionais e internacionais.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello e Alonso Soto)