Operação Lava Jato não preocupa novo ministro dos Transportes

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015 16:45 BRST
 

BRASÍLIA (Reuters) - O novo ministro dos Transportes, Antonio Carlos Rodrigues, afirmou nesta segunda-feira ao receber o cargo de seu colega de partido que as consequências das investigações envolvendo empreiteiras e corrupção na Petrobras não são uma preocupação.

Rodrigues, filiado ao Partido da República (PR), recebeu o cargo de Paulo Sérgio Passos, em um momento em que o Ministério dos Transportes tenta viabilizar concessões bilionárias de ferrovias e áreas portuárias.

Em seu primeiro comentário após ser empossado no cargo, Rodrigues optou apenas por fazer uma breve declaração à imprensa, sem informar qual será o encaminhamento a ser dado às questões da pasta.

Porém, questionado sobre se o envolvimento das maiores empreiteiras do país nas investigações da Polícia Federal sobre o escândalo de corrupção na Petrobras é fonte de preocupação para o ministério, Rodrigues respondeu:

"Não estou preocupado com nada. Minha preocupação é trabalhar como sempre trabalhei em todas as empresas, secretarias e estatais que passei. O meu lema é trabalho", disse o ministro.

Passos, que já comandou o Ministério dos Transportes por diversas vezes, brincou dizendo que se sentia um recordista, já que essa era sua quarta despedida da pasta.

"Nós fomos alcançando níveis cada vez mais elevados (no ministério nos últimos anos)", discursou Passos, acrescentando que o governo federal avançou nos investimentos e nas concessões no setor.

(Por Jeferson Ribeiro)