Ibovespa fecha em queda de 2% com exterior; Levy traz poucas novidades

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015 17:06 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A bolsa paulista fechou a segunda-feira com fortes perdas e o Ibovespa abaixo dos 48 mil pontos, em meio ao quadro negativo no ambiente financeiro externo, diante de nova queda dos preços do petróleo que levou o barril nos Estados Unidos para abaixo dos 50 dólares, e preocupações políticas com a Grécia.

O discurso do novo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, à tarde não trouxe novidades concretas em termos de medidas para a economia, embora ele tenha apresentado a sua nova equipe, pouco ajudando a blindar o pregão local do mau humor externo.

De acordo com dados preliminares, o principal índice da Bovespa encerrou em baixa de 2,12 por cento, a 47.482 pontos, perto da mínima de 47.263 pontos do dia. O volume financeiro somou 5,7 bilhões de reais.

O viés negativo foi guiado pelo tombo de mais de 7 por cento dos papéis da Petrobras. As ações, que perderam quase metade do peso no Ibovespa com o rebalanceamento da nova carteira, encontraram na nova baixa do petróleo pressão vendedora adicional.

(Por Paula Arend Laier)