Petrobras Argentina consegue estender concessões em Río Negro por 10 anos

terça-feira, 6 de janeiro de 2015 12:38 BRST
 

BUENOS AIRES (Reuters) - A Petrobras Argentina informou nesta terça-feira que a província de Río Negro confirmou acordo para prorrogar por dez anos três concessões estratégicas para a estatal brasileira no distrito patagônico.

A subsidiária argentina da Petrobras planeja investir cerca de 908 milhões de dólares em exploração e desenvolvimento nas áreas de Medanito, Jagüel de los Machos e Río Neuquén, durante o prazo da concessão.

A Petrobras Argentina relatou detalhes em uma nota enviada à Bolsa de Comércio de Buenos Aires.

O acordo, aprovado por decreto executivo em 15 de dezembro, prevê que a petroleira fará um pagamento de um bônus fixo de 40 milhões de dólares e um aporte para o desenvolvimento social e fortalecimento institucional de 8 milhões de dólares.

Também fará uma contribuição adicional de 3 por cento da sua produção a 12 por cento de royalties.

A Petrobras também concordou em transferir 5 por cento de sua área de concessão Río Neuquén para a Companhia de Desenvolvimento de Hidrocarbonetos Provincial Sociedade Anônima(EDHIPSA).

O Congresso aprovou em 2014 uma nova lei de hidrocarbonetos que visa atrair bilhões de dólares que a Argentina necessita para aumentar a produção convencional e não convencional.

O novo regulamento estabelece as condições para a extensão de áreas, com compromissos e atividades desenvolvidas por empresas de investimento. Também isenta as empresas que investem pelo menos 250 milhões de dólares de certos controles cambiais e de restrições sobre a importação de máquinas.

A Argentina conta com a área de Vaca Muerta, que poderia abrigar uma das maiores reservas de petróleo não convencional do mundo, para recuperar a sua autossuficiência energética e evitar gastos com importação de energia.

(Por Eliana Raszewski)