Credit Suisse diz que escritórios em Milão sofreram buscas de polícia fiscal italiana

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015 07:31 BRST
 

ZURIQUE/MILÃO (Reuters) - O Credit Suisse disse nesta quinta-feira que seus escritórios em Milão foram alvo de buscas da polícia fiscal italiana no mês passado, na sequência de notícias sobre uma investigação para apurar se uma subsidiária nas Bermudas do banco suíço ajudou italianos ricos a esconder recursos não declarados.

"Podemos confirmar que a Guarda de Finanças conduziu buscas nos nossos escritórios em Milão e que estamos cooperando plenamente com as autoridades", disse uma porta-voz do banco baseado em Zurique em um comunicado por e-mail.

A mídia italiana noticiou que as buscas estavam ligadas a uma investigação sobre suposta evasão fiscal por cerca de mil italianos abastados de estimados 8 bilhões de euros (9,45 bilhões de dólares).

(Por Katharina Bart e Silvia Aloisi, reportagem adicional de Sara Rossi)