Índice europeu sobe quase 3%, com Fed "paciente" e Tesco

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015 16:10 BRST
 

Por Francesco Canepa e Atul Prakash

(Reuters) - O principal índice europeu de ações fechou em alta de quase 3 por cento nesta quinta-feira, com números fortes sobre as vendas da britânica Tesco impulsionando o setor de varejo e após a ata do Federal Reserve mostrar que o banco central norte-americano não tem pressa para começar a elevar os juros.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, subiu 2,91 por cento, a 1.368 pontos.

Varejistas lideraram a recuperação neste pregão, com o índice de varejo do STOXX Europe 600 subindo 4 por cento e a ação da Tesco saltando quase 15 por cento. A companhia divulgou vendas melhores que o esperado nas seis semanas de Natal e revelou planos para vender ativos e cortar centenas de milhões de libras em custos.

"Depois de quatro feriados de Natal e quatro alertas sobre lucro, parece que a Tesco deu a volta por cima", disse o chefe de serviços de investimento da Corssbridge Capital, Manish Singh.

No entanto, o papel da Marks & Spencer caiu 3,5 por cento, após a empresa divulgar queda de 5,8 por cento nas vendas de roupas, presentes e utensílios durante o Natal, pior do que as expectativas de analistas.

De maneira geral, o mercado foi amparado pela ata do Fed. O banco central manteve seus planos de começar a elevar os juros ainda neste ano, mas afirmou que pode ser "paciente" ao decidir quando começar a fazê-lo.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 2,34 por cento, a 6.569 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 3,36 por cento, a 9.837 pontos.   Continuação...

 
REUTERS/Remote/Stringer   (GERMANY - Tags: BUSINESS)