Fitch diz esperar novos calotes e downgrades de construtoras brasileiras

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015 16:22 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A agência de classificação de risco Fitch disse nesta sexta-feira esperar novos episódios de não pagamento de obrigações financeiras por parte de construtoras brasileiras nos próximos meses e novos cortes de notas de crédito.

"Acesso a linhas de crédito, recebimento de pagamentos por projetos concluídos(...) devem se tornar cada vez mais difíceis", disse a agência em comunicado à imprensa.

"A decisão pela OAS de não pagar duas obrigações de dívida na semana passada, apesar de ter estimados 1 bilhão de reais em caixa, definiu um precedente ruim para as corporações brasileiras de construção e engenharia, que irá elevar o risco de contágio", disse a agência.

A agência colocou em novembro passado os ratings de todas empresas de construção brasileiras em observação negativa diante dos desdobramentos relacionados à investigação de denúncias de corrupção na Petrobras (PETR4.SA: Cotações) envolvendo algumas das maiores empreiteiras do país.

(Por Alberto Alerigi Jr.)