Indicador da OCDE sinaliza crescimento estável, Alemanha enfraquece

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015 10:44 BRST
 

PARIS (Reuters) - O crescimento econômico internacional deve permanecer estável no conjunto de países da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico como um todo e na zona do euro, apesar de sinais de que a Alemanha está perdendo força, informou a OCDE.

O indicador mensal da OCDE mostrou novos sinais de desaceleração na Alemanha e Itália mas estabilidade na zona do euro. O indicador cobre os 33 países da OCDE e busca apontar pontos de virada na economia do conjunto de seus países bem como em economias individuais.

A França, segunda maior economia da zona do euro atrás da Alemanha, registrou melhora marginal, com o índice da OCDE de crescimento subindo de 100,2 para 100,3. Ele caiu na Alemanha para 99,5 ante 99,6 e na Itália para 101,0 de 101,1.

Par a zona do euro como um todo o índice permaneceu estável em 100,6. Em termos mais amplos da OCDE, o índice subiu a 100,5 contra 100,4 anteriormente.

A leitura para a China avançou para 99,3 contra 99,2 e a Índia foi a 99,5 contra 99,3. O dado dos Estados Unidos permaneceu em 100,4 e o do Japão em 99,8.

O indicador da Grã-Bretanha caiu para 100,3 ante 100,4 e o da Rússia recuou com mais força, a 99,8 ante 100,2.

(Reportagem de Brian Love)

 
Secretário-geral da OCDE, Angel Gurria, participa de conferência na Cidade do México em 8 de janeiro de 2015. REUTERS/Edgard Garrido (MEXICO - Tags: POLITICS BUSINESS)