Ações da Oi recuam mais de 6% antes de assembleia sobre venda de ativos portugueses

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015 12:16 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - As ações da Oi recuavam com força nesta segunda-feira, quando está prevista assembleia de acionistas da Portugal Telecom SGPS para analisar a venda dos ativos portugueses da operadora brasileira de telecomunicações ao grupo europeu Altice.

Às 11h01, as preferenciais recuavam 6 por cento, enquanto as ordinárias caíam quase 7 por cento. No mesmo instante, o Ibovespa, do qual faz parte apenas o papel preferencial, perdia 1,05 por cento.

Mais cedo, o Sindicato de Trabalhadores da Portugal Telecom (SPTP) informou que vai requerer a suspensão de assembleia geral, exigindo que os acionistas da Portugal Telecom SGPS obtenham mais informações para avaliar se a fusão com a Oi pode ser revertida, afirmando haver indícios de que a operadora brasileira violou o contrato original.

Na semana passada, analistas consultados pela Reuters considerava baixa a possibilidade de uma reversão da fusão, diante de sua complexidade.

A administração da PT SGPS está novamente reunida na manhã desta segunda-feira, após ter feito uma reunião na sexta-feira sobre a possibilidade de suspender ou adiar a assembleia, prevista para às 13h (horário de Brasília)

Mais cedo, a Oi informou que solicitará esclarecimentos do ex-presidente Zeinal Bava sobre veracidade de fatos descritos em relatório da auditoria feita pela PricewaterhouseCoopers.

(Por Paula Arend Laier)

 
Logotipo da Oi dentro de loja em shopping em São Paulo. REUTERS/Nacho Doce (BRAZIL - Tags: BUSINESS TELECOMS POLITICS LOGO)