Lufthansa espera que conta de combustível caia 13% em 2015

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015 13:34 BRST
 

BERLIM (Reuters) - A aérea alemã Lufthansa espera que a despesa com combustível caia 13 por cento este ano, diante de preços menores do petróleo, o que pode ajudá-la a ter lucro maior em 2015.

A empresa estimou que a conta de combustível em 2015 vai cair para 5,8 bilhões de euros, ante 6,7 bilhões em 2014. A previsão é baseada no preço do barril do petróleo tipo Brent a 68 dólares.

O preço do barril do Brent atingiu o menor nível desde abril de 2009, abaixo de 49 dólares nesta segunda-feira. O Goldman Sachs cortou suas previsões para os preços da commodity.

As companhias aéreas fazem hedge de combustível de aviação como forma de terem controle maior sobre um item que normalmente representa cerca de um terço dos custos, o que significa que leva algum tempo para que elas terem benefícios com a queda de 50 por cento nos preços do petróleo desde junho passado.

A queda nos preços do petróleo tem impulsionado os preços das ações das companhias aéreas, com a Lufthansa se valorizando 30 por cento nos últimos três meses, a controladora da British Airways ganhando 43 por cento e os papéis da Air France-KLM subindo 25 por cento.

Segundo apresentação da Lufthansa, o hedge de combustível para 2015 é de 73 por cento, ante 79 por cento em 2014.

(Por Victoria Bryan)