Metalúrgicos do ABC fazem protesto contra demissões

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015 13:57 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - Milhares de metalúrgicos fizeram um grande protesto em São Paulo nesta segunda-feira contra demissões anunciadas por montadoras de veículos da região do ABC em meio a um mercado brasileiro que encerrou 2014 com uma segunda queda consecutiva nas vendas.

A Polícia Militar informou que cerca de 7 mil trabalhadores da Volkswagen, da Ford e da Mercedes-Benz ocuparam uma pista da rodovia Anchieta, na região de São Bernardo do Campo.

Na semana passada, Volkswagen e Mercedes-Benz confirmaram mais de 1 mil demissões, acelerando o corte de vagas na indústria que em 2014 teve 12,3 mil postos de trabalho fechados diante do excesso de capacidade produtiva.

A maior parte das demissões, 800, foi anunciada pela Volkswagen, que citou uma primeira etapa de ajustes de produção. Os cortes fizeram os cerca de 13 mil trabalhadores da fábrica da montadora alemã em São Bernardo do Campo decretarem greve por tempo indeterminado na semana passada.

Grupos que acompanham a indústria de veículos do Brasil preveem pouca ou nenhuma recuperação nas vendas em 2015, em um ambiente de aumento de juros da economia, fim de incentivos tributários e fraqueza na confiança dos consumidores.

Segundo a associação de montadoras de veículos, Anfavea, as vendas de veículos no Brasil este ano devem ficar estáveis sobre as 3,498 milhões de unidades licenciadas em 2014. A produção deve subir 4,1 por cento, para 3,276 milhões de veículos, após queda de 15,3 por cento em 2014.

Representantes do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC não responderam pedidos de comentários.

Um representante da Mercedes-Benz confirmou que seus trabalhadores participaram do protesto, acrescentando que a companhia reconhece o direito de manifestação deles. A produção da fábrica de caminhões da empresa parou.

A Volkswagen reiterou um comentário recente de que a empresa precisa urgentemente reduzir os custos de sua fábrica em São Bernardo do Campo.   Continuação...