Petrobras adianta 13º salário para compensar atraso no pagamento da PLR

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015 14:50 BRST
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras concordou em pagar um adiantamento do 13º salário aos funcionários, já que não há data para o pagamento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR), devido aos atrasos na publicação do balanço do terceiro trimestre de 2014.

As informações foram publicadas pela Federação Única dos Petroleiros (FUP) em seu site, que traz documento da Petrobras sobre o assunto.

A publicação do balanço financeiro da petroleira, que inclui os meses de julho, agosto e setembro, foi adiada após denúncias de envolvimento da estatal com suposto esquema de corrupção, que poderia ter sobrevalorizado ativos da companhia.

Segundo a federação, o cálculo da PLR necessita da comparação entre os resultados dos três primeiros trimestres do ano base e do mesmo período do ano anterior.

Em resposta a solicitação feita pela FUP na sexta-feira, a Petrobras informou que vai pagar em 19 de janeiro a primeira parcela do 13º salário, o que normalmente é feito em fevereiro.

A FUP destacou que a Petrobras está realizando uma auditoria das contas e que, mesmo sem a conclusão da revisão, deverá anunciar ao mercado os resultados até o final deste mês, segundo informações passadas pela própria petroleira.

"Segundo a Gerência de RH, ainda não há qualquer informação mais clara da Contabilidade sobre o fechamento do balanço, nem sobre resultados que serão apresentados e seus respectivos impactos no lucro", disse a FUP em nota.

(Por Marta Nogueira)