January 12, 2015 / 6:13 PM / 3 years ago

Índice europeu de ações fecha em alta mesmo com queda do petróleo

3 Min, DE LEITURA

Bolsa de Frankfurt.Remote/Pawel Kopczynski (GERMANY - Tags: BUSINESS)

LONDRES (Reuters) - O principal índice de ações europeias fechou em alta nesta segunda-feira, recuperando-se da fraqueza vista mais cedo provocada pelo recuo dos preços dos petróleo para novas mínimas de cinco anos e meio.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, subiu 0,63 por cento, a 1.357 pontos.

Durante a parte inicial do pregão, o indicador operou no azul, sustentado pelos papéis de empresas do setor de saúde, depois que a Shire concordou em comprar a NPS Pharmaceuticals por 5,2 bilhões de dólares e a Roche também fechou um acordo.

O índice de Saúde STOXX Europe 600 encerrou o dia com alta de 0,86 por cento.

Os papéis do setor químico também tiveram desempenho favorável depois que o banco de investimento norte-americano Citigroup elevou as empresas químicas europeias, incluindo a BASF.

O Citi informou que a queda dos preços do petróleo irá apresentar problemas de curto prazo para algumas das empresas, mas que o euro mais fraco impulsionará seus lucros.

A ação da suíça Roche subiu 1,62 por cento depois que agiu para adquirir uma participação majoritária na empresa de análise molecular e de genoma Foundation Medicine Inc por até 1,18 bilhão de dólares.

As ações da Lufthansa subiram 1,7 por cento após a empresa afirmar que espera redução no custo com combustível devido à queda nos preços do petróleo.

Os investidores também têm aumentado suas expectativas de que o Banco Central Europeu (BCE) fará um programa de estímulos para combater a pressão deflacionária na zona do euro, ajudando a elevar as ações na região.

Pesuquisa Reuters mostrou que o BCE pode anunciar programa de compra de bônus soberano já na próxima semana e certamente já terá feito isso até março, de acordo com 19 de 20 operadores do mercado monetário consultados.

Em parte deste pregão, os indicadores acionários foram negociados em baixa, refletindo a forte queda nos preços do petróleo, com o Brent indo abaixo de 48 dólares.

Em LONDRES, o índice Financial Times ficou estável, a 6.501 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 1,38 por cento, a 9.781 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 1,18 por cento, a 4.228 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve ganho de 0,95 por cento, a 18.349 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,81 por cento, a 9.797 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 subiu 0,40 por cento, a 4.705 pontos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below