Bolsas asiáticas ficam na defensiva após petróleo ampliar perdas

terça-feira, 13 de janeiro de 2015 08:08 BRST
 

Por Shinichi Saoshiro

TÓQUIO (Reuters) - As bolsas asiáticas ficaram principalmente na defensiva nesta terça-feira e tiveram desempenho misto uma vez que a contínua queda dos preços do petróleo deixou os investidores cautelosos com ativos de risco.

Dados comerciais da China mais fortes do que o esperado deram a ativos de risco um impulso limitado, mas eles perderam força conforme o petróleo atingia novas mínimas de vários anos.

Às 8h04 (horário de Brasília) o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão tinha alta de 0,16 por cento, depois de oscilar entre terreno positivo e negativo.

Por outro lado, o índice japonês Nikkei liderou as perdas na região ao fechar com queda de 0,64 por cento.

"A queda de hoje deve-se a notícias negativas acumuladas durante o fim de semana prolongado", disse Takuya Takahashi, analista do Daiwa Securities, referindo-se ao fato de a bolsa japonesa ter ficado fechada na segunda-feira por feriado.

A queda dos preços do petróleo somou-se a preocupações sobre os lucros corporativos nos Estados Unidos conforme a divulgação de resultados entra em plena marcha, com as projeções de lucro para as empresas de energia do S&P 500 tendo recuado com força nos últimos meses.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,64 por cento, a 17.087 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,79 por cento, a 24.215 pontos.   Continuação...