Paraguai começa colheita de soja com rendimento abaixo da média

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015 12:33 BRST
 

ASSUNÇÃO (Reuters) - Agricultores paraguaios começaram este mês a colheita da soja da safra 2014/15 com baixos rendimentos nas variedades semeadas mais cedo, mas com a expectativa de obter melhores resultados nas lavouras plantadas mais tarde.

O quarto maior exportador mundial da oleaginosa teve uma colheita de cerca de 9,3 milhões de toneladas na temporada 2013/14, em uma área de cerca de 3,2 milhões de hectares.

Tanto produtores como autoridades esperam superar essa marca e chegar a 10 milhões de toneladas no ciclo atual, que começou em setembro e deve ser concluído na primeira quinzena de março.

"As lavouras estão em boas condições, não faltou água. O que não está vindo bem são as variedades que foram plantadas fora de época, principalmente no final de agosto e em setembro", disse à Reuters Luis Cubilla, assessor agrícola da Câmara Paraguaia de Exportadores e Comerciantes de Cereais e Oleaginosas (Capeco).

Ele acrescentou que, de acordo com estimativas preliminares essas lavouras representam cerca de 960 mil hectares e mostram uma redução de rendimento de entre 1.000 a 1.200 quilos por hectare em relação a outros anos.

"Vai ter impacto de cerca de um milhão de toneladas a menos", disse Cubilla, acrescentando que estima que as áreas plantadas no momento certo "terão um resultado satisfatório".

A colheita já atingiu cerca de 10 por cento dos pouco mais de 3 milhões de hectares semeados, de acordo com estimativas da Unidade de Gestão de Riscos (UGR) do Ministério da Agricultura, e deve ganhar maior ritmo em fevereiro.

(Por Mariel Cristaldo)

 
REUTERS/Jim Young