Bovespa fecha em queda 0,72% pressionada por Vale e Petrobras; bancos sobem

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015 17:07 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Bovespa fechou em baixa nesta quarta-feira, afetada principalmente pelo declínio dos papéis da Vale, após o preço do minério de ferro na China recuar para próximo da mínima em mais de cinco anos, em meio a preocupações sobre o crescimento global.

De acordo com dados preliminares, o Ibovespa caiu 0,72 por cento, a 47.697 pontos. Na máxima, o índice subiu 0,5 por cento, a 48.280 pontos. O giro financeiro somou 5,8 bilhões de reais.

A Petrobras foi outro componente negativo, em um dia de volatilidade para os preços do petróleo e de noticiário intenso sobre a estatal, enquanto investidores seguem na expectativa do resultado do terceiro trimestre, previsto para o dia 27, segundo a imprensa local.

A alta nas ações do setor bancário chegou a sustentar o principal índice da bolsa paulista no azul na segunda etapa do dia, mas a deterioração em Wall Street minou a tentativa de recuperação no pregão local.

Notícias sobre Embraer, Grupo Pão de Açúcar, Gerdau e Sabesp também pressionaram as operações locais, enquanto recomendações de bancos estrangeiros positivas ajudaram a colocar Souza Cruz e Estácio entre as maiores altas.

(Por Paula Arend Laier)