Mercado de ações suíço cai após banco central; índice europeu sobe

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015 16:54 BRST
 

LONDRES (Reuters) - O principal índice europeu de ações fechou em alta de quase 3 por cento nesta quinta-feira, após cair mais cedo depois que o banco central da Suíça abandonou o limite que vinha impondo ao franco suíço contra o euro nos últimos três anos.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, fechou em alta de 2,88 por cento, a 1.393 pontos.

O banco central da Suíça descartou inesperadamente o limite que havia imposto ao franco contra o euro nesta quinta-feira, levando o principal índice acionário do país a cair mais de 8,5 por cento, registrando a maior queda diária em pelo menos 25 anos.

Alguns operadores descreveram o movimento do banco central como "massacre", enquanto o presidente executivo da Swatch, Nick Hayek, chamou a alta do franco em relação ao euro um "tsunami" econômico para a Suíça, que envia mais de 40 por cento das suas exportações para a zona euro.

No entanto, outros índices na Europa foram subiram, com alguns operadores dizendo que o banco central suíço deve estar esperando forte entrada de euros do Banco Central Europeu (BCE)através do quantitative easing (QE), que é visto como positivo para as ações.

"O comunicado do banco central suíço fala sobre divergência política monetária se tornando ainda mais pronunciada. Lendo nas entrelinhas, eles esperam que o QE do BCE seja anunciado muito em breve", disse o gestor de fundos europeus na Royal London Asset Management Neil Wilkinson.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 1,73 por cento, a 6.498 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 2,20 por cento, a 10.032 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 2,37 por cento, a 4.323 pontos.   Continuação...

 
REUTERS/Arnd Wiegmann (SWITZERLAND - Tags: BUSINESS)