Petrobras sobe 7% e ajuda Bovespa a fechar no azul após 4 quedas seguidas

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015 17:48 BRST
 

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista fechou em alta nesta quinta-feira, após quatro quedas seguidas, amparado principalmente nos fortes ganhos das ações da Petrobras, mas longe das máximas do dia, em meio à piora dos pregões em Wall Street.

O Ibovespa subiu 0,80 por cento, a 48.026 pontos. Na máxima do dia chegou a 48.853 pontos, em alta de 2,5 por cento. O volume financeiro alcançou 7 bilhões de reais.

As ações preferenciais da Petrobras avançaram quase 7 por cento, ajustando-se à alta expressiva do petróleo no final da quarta-feira, mesmo após o enfraquecimento da commodity ao longo desta sessão.

Também repercutiu a confirmação da estatal de que divulgará o balanço dia 27 de janeiro se o Conselho de Administração aprovar.

"Há muita especulação e giro com Petrobras. Dados de produção e repiques do petróleo ajudam, mas boa parte dos investidores ainda aguarda a poeira baixar", disse o gerente de renda variável da Fator Corretora, Frederico Lukaisus.

Itaú Unibanco e Bradesco chegaram a avançar mais de 2 por cento cada, mas fecharam em queda de 0,88 por cento e 1,02 por cento, respectivamente, enfraquecendo o Ibovespa na parte da tarde. A participação conjunta desses papéis no índice chega a 20 por cento.

A desaceleração dos ganhos em São Paulo acompanhou a piora em Nova York, onde o S&P 500 perdia 0,54 por cento, em uma sessão volátil, marcada por resultados corporativos e resultados fracos sobre a economia norte-americana.

A inesperada decisão do banco central suíço de não limitar a cotação do franco suíço contra o euro também repercutiu nos negócios.   Continuação...