Governo aprova modelo operacional para concessão da ponte Rio-Niterói

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015 08:21 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Conselho Nacional de Desestatização (CND), vinculado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, aprovou o modelo operacional e as condições para a desestatização pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) da Ponte Presidente Costa e Silva, também conhecida como Rio-Niterói, mediante concessão.

Em resolução publicada na edição desta sexta-feira do Diário Oficial da União, o CND afirmou que a concessão terá um prazo de 30 anos, prorrogáveis por mais 30 anos, compreendendo o trecho que fica na BR-101/RJ, entre o acesso à ponte e o entroncamento com a RJ-071 (Linha Vermelha).

O governo vai relicitar a concessão da ponte, hoje detida pela CCR, porque o contrato com a companhia vence em maio.

A resolução, porém, ainda não traz data para a realização do leilão de concessão que será vencido pelo grupo que ofertar o menor valor de tarifa de pedágio.

(Por Marcela Ayres)

 
Ponte Rio-Niterói, no Rio de Janeiro. 16/05/2014 REUTERS/Ricardo Moraes