Rússia levanta embargo a alguns produtos suínos da França

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015 11:46 BRST
 

PARIS (Reuters) - O serviço veterinário da Rússia aceitou levantar um embargo imposto a suínos vivos, víscera e gordura da França imposto no nível da União Europeia no início de 2014, depois que um surto de peste suína africana atingiu a região leste do bloco, disse o ministério de agricultura francês nesta segunda-feira.

"Com este acordo inicial obtido agora e com a possibilidade de Estados membros de negociarem condições sanitárias com a Rússia, a retomada das exportações pode ocorrer nas próximas semanas", disse o ministério em comunicado.

O ministério informou à Reuters que outros países da UE assinaram acordos semelhantes, mas não disse quais.

Produtores de suínos da França, que também foram atingidos por um embargo mais amplo imposto em agosto pela Rússia a alimentos ocidentais, já acumulam perdas de 500 milhões de euros devido às sanções.

A Rússia é o principal destino das exportações de carne suína do Brasil.

(Por Sybille de La Hamaide e Gus Trompiz)