Ministro de petróleo do Irã descarta pedir reunião de emergência da Opep

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015 11:56 BRST
 

DUBAI (Reuters) - O ministro de petróleo do Irã disse nesta segunda-feira que as consultas com outros membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) para tentar interromper a queda nas cotações da commodity ainda precisam dar frutos, mas Teerã não pretende convocar uma reunião de emergência do grupo para discutir preços.

O ministro Bijan Zanganeh pediu, em comentários publicados em um site oficial, uma maior cooperação entre membros da Opep para equilibrar o mercado e garantir um preço razoável para investidores e produtores.

Zanganeh disse que o orçamento do Irã deveria ser baseado em um petróleo a 72 dólares por barril, mas o país pode suportar níveis menores.

"Mesmo que os preços caiam a 25 dólares por barril, a indústria do petróleo não será ameaçada", disse o ministro, segundo a agência de notícias Fars.

(Por Michelle Moghtader em Dubai e Parisa Hafezi em Ancara)