Wall St fecha com leve alta por expectativas de mais estímulos de bancos centrais

terça-feira, 20 de janeiro de 2015 19:53 BRST
 

NOVA YORK (Reuters) - As bolsas norte-americanas fecharam com leve ganho nesta terça-feira, após o Fundo Monetário Internacional (FMI) reduzir as previsões de crescimento para 2015 e 2016, aumentando as expectativas de que bancos centrais tomarão medidas mais agressivas para estimular economia global.

O índice Dow Jones subiu 0,02 por cento, a 17.515 pontos. O S&P 500 avançou 0,15 por cento, a 2.022 pontos. O Nasdaq ganhou 0,44 por cento, a 4.654 pontos.

As menores previsões do FMI implicam menor demanda por combustível até 2016, contribuindo para nova rodada de queda nos preços do petróleo bruto, embora alguns resultados de grandes empresas de energia mantiveram o setor vivo. O índice S&P de energia fechou com ganho de 0,09 por cento.

O FMI projetou expansão global em 3,5 por cento para 2015 e de 3,7 por cento para 2016, reduzindo estimativas anteriores em 0,3 ponto percentual para ambos os anos.

Ao mesmo tempo, o Fundo aconselhou governos e bancos centrais a buscarem políticas monetárias expansionistas e reformas estruturais para sustentar o crescimento

O Banco Central Europeu (BCE) deve anunciar nesta quinta-feira um programa de compra de títulos para impulsionar a economia debilitada da região.

"Qualquer sinal do BCE que decepcione, você vai ver os mercados corrigirem com bastante força", disse o diretor de bolsa da O'Neil Securities, Ken Polcari.

O preço do petróleo nos Estados Unidos recuou 4,7 por cento, a 46,39 dólares por barril, após bater a mínima de 45,89 dólares. O Brent perdeu 1,8 por cento, a 47,99 dólares.

A Halliburton e a Baker Hughes advertiram para chance de queda na atividade de perfuração, que prejudicaria os resultados em 2015, embora as empresas tenham relatado lucros do quarto trimestre melhores que o esperado.

O papel da Halliburton subiu 1,79 por cento, enquanto o da Baker Ganhou 1,2 por cento.

A ação da Johnson & Johnson caiu 2,64 por cento, a maior queda do Dow Jones e do S&P 500, após o lucro ajustado superar expectativas, mas a receita ficar aquém das previsões.