China vai elevar estoques locais de grãos para garantir segurança alimentar

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015 11:08 BRST
 

PEQUIM (Reuters) - A China vai pedir que governos locais aumentem suas reservas de grãos e deverá dar mais responsabilidade para os governos locais na manutenção de estoques, em meio a projeções de problemas de segurança alimentar "de longo prazo", disse a cúpula do governo nesta quinta-feira.

O Conselho de Estado disse em um comunicado que o governador de cada província receberá a responsabilidade de aumentar a produção local e as reservas de grãos, além de manter os preços regionais estáveis.

Segundo o comunicado, a expectativa é que a oferta de grãos no maior país consumidor do mundo deverá permanecer "apertada no longo prazo", devido a restrições dos recursos hídricos e de terras agricultáveis, o que faz aumentar os desafios de segurança alimentar do país.

"Governo locais e departamentos devem entender completamente a importância e a complexidade de garantir a segurança de abastecimento de grãos", disse o comunicado publicado no site oficial do governo chinês.

Grandes cidades deverão manter estoques suficientes de cereais e óleos vegetais para cobrir meio mês de consumo, disse o governo.

Analistas do setor agrícola disseram que a decisão provavelmente não terá impacto nas importações de grãos do país, uma vez que é o governo central que ainda controla questões como as cotas de importação.

(Por Niu Shuping e David Stanway)