Índice europeu de ações fecha no maior nível desde início de 2008 após decisão do BCE

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015 15:37 BRST
 

Por Blaise Robinson

PARIS (Reuters) - O principal índice europeu de ações encerrou com forte alta nesta quinta-feira, no maior nível de fechamento desde o início de 2008, após o Banco Central Europeu (BCE) apresentar um programa de compra de títulos em uma tentativa de reanimar a economia da região e combater a ameaça de deflação.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, fechou com alta de 1,56 por cento, a 1.453 pontos.

O presidente do BCE, Mario Draghi, disse que o banco central vai adotar um programa de "quantitative easing", que, aliado com os estímulos já existentes, vai injetar 60 bilhões de euros por mês na economia da zona do euro de março deste ano até setembro do ano que vem.

"O tamanho do programa está no topo da faixa esperada pelo mercado, então é uma surpresa favorável", disse a chefe de pesquisa multimercados do Lyxor Asset Management, Jeanne Asseraf-Bitton.

"Agora, todos os olhos estarão nas expectativas de inflação da zona do euro. É aí que veremos se o programa será bem-sucedido", acrescentou.

Ações de bancos da zona do euro figuraram entre as maiores altas nesta quinta-feira, com o papel do Raiffeisen International subindo 6,7 por cento, a ação do Societé Générale ganhando 3,72 por cento e o papel do Commerzbank avançando 2,74 por cento.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 1,02 por cento, a 6.796 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 1,32 por cento, a 10.435 pontos.   Continuação...