Atividade nas fábricas dos EUA cresce a ritmo mais lento; novas encomendas pesam

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015 13:03 BRST
 

NOVA YORK (Reuters) - O setor manufatureiro dos Estados Unidos continuou a se expandir em janeiro, mas a um ritmo um pouco mais lento do que no mês anterior, ingualando-se à leitura mais baixa em um ano, mostrou o Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) nesta sexta-feira.

O dado preliminar do Markit caiu para 53,7 em janeiro, igualando-se à leitura de janeiro de 2014, quando o mau tempo impactou a atividade econômica.

Economistas consultados pela Reuters esperavam que a leitura preliminar fosse de 54,0, após a dado final de dezembro de 53,9. Números acima de 50 mostram expansão da atividade.

O subíndice de novas encomendas atingiu o menor patamar em um ano, mas acima de 50.

(Por Rodrigo Campos)