Porto de Paranaguá começa a carregar navio com soja da safra 2014/15

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015 18:16 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Porto de Paranaguá, um dos principais para exportação de soja do Brasil, começou a carregar o grão da safra 2014/15, com colheita recém-iniciada, informou nesta sexta-feira a administração portuária.

Paranaguá está situado no Paraná, o segundo Estado produtor de soja do Brasil, atrás de Mato Grosso.

A embarcação graneleira Tian Song Feng, vinda da Índia, deverá carregar 61,7 mil toneladas de soja, no Corredor de Exportação. O produto terá como destino a Tailândia.

A embarcação atracou no berço 212 para embarcar 43,7 mil toneladas de soja do terminal Cargill e outras 18 mil toneladas de soja do terminal da Cooperativa Cotriguaçu.

"Como já estava previsto, a soja já começa a chegar em Paranaguá. O campo ainda está colhendo e nós estamos nos preparando para esse fluxo que, a partir de agora, começa a ficar mais intenso", disse em nota o presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina, Luiz Henrique Dividino.

Até o final de janeiro, o porto receberá um total de 27 navios para carregar quase um milhão de toneladas de soja, milho, farelo e trigo.

O porto informou ainda que as operações ficarão mais ágeis nesta safra com o início do funcionamento de dois novos carregadores do berço 213, em fevereiro.

"Os novos shiploaders permitirão operar com navios de maior porte, reduzindo o tempo de embarque e o custo de transporte."

A velocidade de carregamentos dos novos shiploaders é de duas mil toneladas por hora, cerca de 30 por cento maior que a dos equipamentos substituídos.

A soja é o produto mais representativo da balança comercial do porto. Em 2014, dos 16,6 bilhões de dólares referentes ao total exportado via Paranaguá, 3,8 bilhões de dólares foram provenientes da negociação de soja com outros países, segundo a administração.

 
07/02/2013. REUTERS/Paulo Whitaker