Xangai abandona meta para crescimento econômico em 2015

domingo, 25 de janeiro de 2015 10:51 BRST
 

PEQUIM (Reuters) - Xangai eliminou sua meta de crescimento econômico para este ano, afirmou o prefeito da cidade neste domingo, conforme a China trabalha para mudar o foco de sua expansão para objetivos qualitativos em meio a uma desaceleração da economia.

O centro financeiro chinês não forneceu uma nova meta de crescimento em seu relatório anual, mas Xangai deve manter uma expansão estável e mirar em mais eficiência.

"Não estamos muito preocupados sobre o PIB", disse o prefeito, Yang Xiong, na abertura da sessão legislativa da cidade, segundo a rádio estatal. Ele afirmou que o governo está dando mais atenção para o desenvolvimento de uma área de livre comércio piloto e para reformas econômicas e sociais.

A economia de Xangai cresceu 7 por cento em 2014, disse o prefeito.

A liderança chinesa tem pedido maior tolerância a crescimento mais lento e algumas províncias e municipalidades do país reduziram suas metas de expansão para 2015, depois de descumprirem objetivos no ano passado. Assessores econômicos influentes disseram em dezembro que a China deveria cortar sua meta de alta do PIB este ano para 7 por cento.

Pequim está sob pressão para tomar medidas para evitar uma desaceleração mais acentuada, depois que a economia da China cresceu no ritmo mais lento em 24 anos em 2014. Os preços de imóveis caíram e dívidas elevadas têm pesado sobre companhias e governos locais.