Credit Suisse considera medidas de redução de custos após ascensão do franco

domingo, 25 de janeiro de 2015 14:39 BRST
 

ZURIQUE (Reuters) - O banco suíço Credit Suisse está considerando um conjunto de corte de custos em resposta à recente valorização da moeda da Suíça, informou um jornal suíço neste domingo.

O jornal NZZ am Sonntag disse, citando uma fonte próxima ao alto escalão do Credit Suisse, que o banco com sede em Zurique pode ter de baixar seus custos em mais de 567,99 milhões de dólares por causa da valorização do franco.

O franco subiu depois que o banco central suíço retirou o teto do valor da moeda em relação ao euro, colando pressão sobre grandes companhias suíças, como o Credit Suisse, que tem um grande montante de dinheiro em moedas estrangeiras, mas que são relatadas em francos.

Um porta-voz do Credit Suisse se recusou a comentar a reportagem do jornal e disse que o banco ainda estava avaliando suas opções.

"O Credit Suisse está no momento analisando a mudança na moeda e o ambiente de taxas de juros", disse o porta-voz em um comunicado enviado por e-mail. "Nenhuma decisão foi tomada em relação a potenciais medidas de corte de custos."

 (Por Joshua Franklin)