Presidente do conselho do "banco ruim" espanhol renuncia; CEO assume

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015 14:43 BRST
 

MADRI (Reuters) - O "banco ruim" da Espanha, lançado no início de 2013 para limpar o sistema financeiro após uma profunda crise, disse nesta segunda-feira que a presidente do conselho Belen Romana está deixando o cargo e será substituída pelo presidente-executivo Jaime Echegoyen.

O veículo conhecido como Sareb, foi criado após um resgate europeu dos bancos mais fracos da Espanha, e reuniu cerca de 50 bilhões de euros (56,3 bilhões de dólares) de problemáticos ativos imobiliários, com o objetivo de eventualmente vendê-los.

O Sareb não disse porque Romana, que tem carreira em serviço público, estava saindo, apenas que ela pediu demissão nesta segunda-feira. Echegoyen chegou ao Sareb como CEO um ano atrás, vindo do Barclays na Espanha.

(Reportagem de Sarah Morris)