Ucrânia limita exportação de trigo para farinha em 1,2 mi t até junho

terça-feira, 27 de janeiro de 2015 13:14 BRST
 

KIEV (Reuters) - O governo da Ucrânia e tradings fecharam acordo limitando as exportações de trigo para farinha em 1,2 milhão de toneladas entre 1º de janeiro e 30 de junho, disse o Ministro da Agricultura, Oleksiy Pavlenko, nesta terça-feira.

Segundo um memorando assinado pelo ministro e por sindicatos de comerciantes, as vendas de trigo para farinha não excederão 900 mil toneladas no primeiro trimestre de 2015 e 300 mil toneladas nos três meses seguintes.

"A principal tarefa é assegurar um mercado de grãos previsível e transparente", disse Pavlenko em uma conferência de imprensa conjunta com agentes do mercado.

"O volume acertado (de exportação) será suficiente para cumprir todas nossas obrigações internacionais", disse o presidente do sindicato de tradings de grãos UZA, Volodymyr Klymenko.

Klymenko disse que, de acordo com o documento, as exportações de trigo para ração serão limitadas a 3,4 milhões de toneladas entre janeiro e junho, enquanto os carregamentos de milho serão de no máximo 13,2 milhões de toneladas no mesmo período.

A Ucrânia colheu um recorde de 24,1 milhões de toneladas de trigo em 2014. O consumo não ultrapassa 12 milhões de toneladas.

Ainda assim, o ministério está preocupado com um possível salto na demanda por trigo ucraniano devido à decisão da Rússia limitar vendas, propondo que tradings limitem as exportações de trigo para farinha a 400 mil toneladas em janeiro até fevereiro.

(Por Pavel Polityuk)