Lucro da H&M fica abaixo das estimativas sob peso de investimentos

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015 11:04 BRST
 

ESTOCOLMO (Reuters) - A Hennes & Mauritz, segunda maior varejista de moda do mundo, não bateu a previsão de lucro trimestral, uma vez que investiu pesado em novas linhas e sites em sua batalha com as rivais, investida que planeja estender em 2015 com uma nova linha de beleza.

A empresa sueca está investindo em novos conceitos, como roupas esportivas, coleções de designers e marcas de maior preço, incluindo a COS, para tentar proteger as margens no longo prazo, conforme redes de desconto como Primark e Forever 21 pressionam os preços para baixo.

Ao fazer isso, a H&M está se movendo mais para o território da maior rival Inditex, dona da Zara, que é vista como menos exposta à concorrência de redes de baixo custo e melhor posicionada para se beneficiar de um crescimento no e-commerce.

Mas a estratégia tem um preço. O presidente-executivo da H&M, Karl-Johan Persson, disse nesta quarta-feira que os custos de investimento de longo prazo subiriam 400 milhões a 600 milhões de coroas suecas (49 milhões a 73 milhões de dólares) neste ano, após um aumento de 850 milhões de coroas no ano passado, conforme a empresa lança sites em mais nove mercados e uma nova gama de produtos de beleza.

A empresa, que não fornece um valor para os investimentos totais, disse que o lucro antes de impostos para os três meses encerrados em novembro subiu 7 por cento, para 7,80 bilhões de coroas, abaixo da previsão média de analistas de 7,96 bilhões, em parte devido à reserva de recursos para remuneração de incentivo a seus funcionários.

(Por Anna Ringstrom e Helena Soderpalm)