Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA caem para mínima em quase 15 anos

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015 11:43 BRST
 

WASHINGTON (Reuters) - O número de norte-americanos que entraram com novos pedidos de auxílio-desemprego caiu na semana passada para o menor nível em quase 15 anos, somando-se a sinais de otimismo no mercado de trabalho.

Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego caíram em 43 mil, para 265 mil em dado ajustado sazonalmente na semana encerrada em 24 de janeiro. Este é o menor patamar desde abril de 2000, informou o Departamento do Trabalho nesta quinta-feira. Foi a maior queda semanal desde novembro de 2012.

A queda, que superou as expectativas dos economistas de recuo para 300 mil, provavelmente exagera a força do mercado de trabalho uma vez que os dados incluíram o feriado de Martin Luther King, o que significa que menos pedidos foram provavelmente processados.

A média móvel de quatro semanas, considerada uma medida melhor das tendências do mercado de trabalho já que elimina a volatilidade semanal, caiu em 8.250 na semana passada, para 298.500.

(Por Lucia Mutikani)