Bradesco prevê inadimplência estável e desaceleração da despesa com calotes em 2015

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015 14:37 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O índice de inadimplência do Bradesco deve se manter nos atuais patamares nos próximos trimestres, e as despesas com provisões para perdas com calotes devem crescer num ritmo inferior ao previsto para a carteira de crédito em 2015, disseram executivos em teleconferência com jornalistas.

Mais cedo nesta quinta-feira, o banco apresentou seus resultados do quarto trimestre. O relatório apontou que o índice de atrasos acima de 90 dias da instituição caiu de 3,6 para 3,5 por cento na passagem do terceiro para o quarto trimestre.

E as despesas com provisões do Bradesco para perdas com calotes caíram 1,2 por cento na base sequencial, a 3,307 bilhões de reais, embora tenham subido 11,7 por cento em um ano.

O banco previu crescimento de 5 a 9 por cento de sua carteira de empréstimos em 2015.

(Por Aluisio Alves e Guillermo Parra-Bernal)

 
Agência do Bradesco no centro do Rio de Janeiro. 14/08/2014 REUTERS/Pilar Olivares