Índice europeu fecha em queda após baixa do petróleo afetar resultados

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015 14:58 BRST
 

LONDRES/PARIS (Reuters) - Números corporativos fracos pressionaram o principal índice europeu de ações nesta quinta-feira, com a queda dos preços do petróleo golpeando importantes empresas de energia.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, fechou em queda de 0,18 por cento, a 1.472 pontos.

Alguns operadores disseram que o comunicado do Federal Reserve divulgado na quarta-feira, que sinalizou que o banco central dos Estados Unidos provavelmente elevará as taxas de juros ainda neste ano, está afetando o apetite por ações, embora bancos gregos tenham se recuperado de mínimas recordes atingidas nesta semana.

A ação da Royal Dutch Shell recuou 4,3 por cento depois de afirmar que cortará gastos em 15 bilhões de dólares ao longo dos próximos três anos.

As ações de petróleo e gás perderam 2,86 por cento e acumulam queda de mais de 20 por cento desde junho, com o preço do barril do Brent recuando quase 60 por cento no mesmo período.

"A queda do preço do petróleo provocou cortes bastante agressivos na exploração e na produção e essa queda em investimento é negativa para o Produto Interno Bruto (PIB)", disse o analista de mercado do Charles Stanley Jeremy Batstone-Carr.

"Entretanto, as grandes petroleiras devem ter dinheiro para pagar grandes dividendos por enquanto. Se o preço do petróleo continuar nesse nível por mais tempo do que o esperado, os dividendos podem sofrer".

O papel da francesa Vallourec recuou 3,78 por cento, após a produtora de canos de aço alertar sobre baixa contábil de 1 a 1,2 bilhão de euros no valor de seus ativos, culpando os problemas no mercado de petróleo.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,22 por cento, a 6.810 pontos.   Continuação...