Confiança do comércio atinge menor nível histórico com recuo de 1,5% em janeiro, diz FGV

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015 08:34 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Índice de Confiança do Comércio (Icom) caiu 1,5 por cento em janeiro na comparação com dezembro, ao atingir 107,3 pontos, menor nível da série histórica iniciada em março de 2010, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta sexta-feira.

O principal responsável pelo resultado de janeiro foi o pessimismo dos empresários do setor em relação aos próximos meses.

O Índice de Expectativas (IE-COM) registrou queda de 8,9 por cento, para 125,2 pontos, mínima histórica.

Já o Índice de Situação Atual (ISA-COM) subiu 11,2 por cento frente a dezembro, para 89,3 pontos.

"Após um final de ano muito fraco, o comércio avalia o nível de demanda de forma um pouco mais favorável em janeiro, na série livre de influências sazonais. Este movimento foi, no entanto, mais que compensado pela piora das expectativas do setor em relação aos meses seguintes", destacou o superintendente adjunto para ciclos econômicos da FGV/IBRE, Aloisio Campelo Jr.

O comércio brasileiro tem enfrentado dificuldades diante do cenário de crescimento econômico fragilizado no país, inflação elevada e juros altos. As vendas no varejo avançaram 0,9 por cento em novembro sobre outubro, último dado divulgado pelo IBGE, no quarto mês seguido de alta, mas com desaceleração no ritmo.

A FGV divulgou nesta sexta-feira que o Índice de Confiança de Serviços (ICS) também atingiu o menor nível da série histórica em janeiro.

(Por Camila Moreira)