Lucro da Chevron vem acima do esperado impulsionado por venda de derivados

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015 13:59 BRST
 

Por Ernest Scheyder

WILLISTON, Estados Unidos (Reuters) - A Chevron, segunda maior produtora de petróleo dos Estados Unidos, informou nesta sexta-feira um lucro trimestral maior que o esperado, impulsionado pelas vendas de produtos químicos, lubrificantes e outros produtos refinados, que ajudaram a compensar uma queda dos preços do petróleo.

A queda nos preços do petróleo, de cerca de 60 por cento desde junho, prejudicou as margens de toda a indústria de óleo e gás e dezenas de empresas foram forçadas a cortar orçamentos.

A anglo-holandesa Shell disse na quinta-feira que vai cortar seus gastos nos próximos três anos em 15 bilhões de reais.

No mesmo caminho, os executivos da Chevron reduziram o orçamento de investimentos de 2015 em 13 por cento para 35 bilhões de dólares.

"Entramos em 2015, com a força financeira para enfrentar os desafios de um ambiente de preços de petróleo volátil e com esforços significativos em curso para gerenciar a uma estrutura de custo mais baixo", disse o presidente da Chevron, John Watson, em comunicado.

De fato, a força da operação de refino e distribuição da empresa provou ser o principal ponto de destaque para a Chevron neste trimestre, com lucro na divisão quase quadruplicando.

O lucro da unidade de exploração e produção da Chevron, que encontra e produz petróleo e gás, caiu 45 por cento.

No total, a Chevron registrou lucro líquido de 3,47 bilhões dólares, ou 1,85 dólar por ação, ante 4,93 bilhões dólares, ou 2,57 dólar por ação, um ano antes.   Continuação...