Governo quer que produtores independentes de energia liguem equipamentos em horário de pico

domingo, 1 de fevereiro de 2015 18:21 BRST
 

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, disse neste domingo que o governo quer que os produtores independentes de energia, como indústrias e shopping centers, acionem seus equipamentos de geração durante o horário de pico de consumo para dar suporte ao sistema elétrico.

   “Nós temos que mudar a forma de manejar e administrar a energia de reserva que o Brasil tem para atender e passar às pontas de carga. É esse o trabalho que estamos fazendo agora”, disse o ministro a jornalistas pouco antes da eleição para presidência do Senado.

   “Acabei de me reunir com setor privado e reguladores para tomar uma série de medidas que estão sendo encaminhadas”, disse, acrescentando que a presidente Dilma Rousseff já aprovou algumas delas e outras serão analisadas numa reunião no próximo dia 12.

   “Vamos também começar a fazer junto aos produtores independentes de energia, como é o caso de shoppings centers e algumas indústrias, que têm sua própria energia para que possamos acionar esses equipamentos no período de ponta de carga para que possamos reforçar e passar esse momento crítico com maior tranquilidade”, afirmou Braga.

   Segundo ele, o país passa por crise hídrica, que pressiona o setor elétrico, mas não há crise energética.

   “O nosso desafio é mitigar a crise hídrica para não gerar uma crise energética”, afirmou.

   A reunião do próximo dia 12, segundo Braga, será com a presidente e com a presença de representantes de todos os órgãos governamentais do setor.

(Por Jeferson Ribeiro)

 
Ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, durante entrevista à Reuters.  21/1/2015 REUTERS/Ueslei Marcelino