Aneel aprova alta média de 29,28% nas tarifas da CPFL Mococa, 1º reajuste de 2015

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015 11:11 BRST
 

BRASÍLIA (Reuters) - A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira a aplicação de reajuste médio de 29,28 por cento às tarifas da CPFL Mococa, distribuidora de energia do grupo CPFL, para começar a valer já nesta terça-feira.

Trata-se do primeiro reajuste de tarifa de energia em 2015 aprovado pela agência.

Os consumidores de baixa tensão, como as residências, vão pagar, em média, 27,21 por cento a mais, enquanto os de alta tensão, como as indústrias, terão aumento de 35,37 por cento.

A CPFL Mococa atende cerca de 44 mil consumidores na região de Mococa, no interior de São Paulo, e também em alguns municípios do interior de Minas Gerais.

O diretor-geral da agência, Romeu Rufino, ressaltou que o reajuste da Mococa já inclui o pagamento dos empréstimos tomados pelas distribuidoras junto aos bancos no ano passado para fazer frente às despesas no mercado de curto prazo.

Esse pagamento, segundo a agência, equivale a quase a metade do reajuste.

(Por Leonardo Goy)