Eventual saída de Graça da Petrobras não foi decidida em reunião, diz ministro

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015 20:03 BRST
 

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Secretaria de Comunicação Social, Thomas Traumann, afirmou nesta terça-feira que uma eventual saída de Maria das Graças Foster da presidência da Petrobras não foi decidida em reunião nesta tarde com a presidente Dilma Rousseff.

"O que eu posso dizer é que essa questão não foi decidida na reunião entre ela (Dilma) e Graça", afirmou o ministro a jornalistas, após ser questionado sobre a demissão da CEO.

A reunião entre Graça Foster e Dilma nesta terça-feira durou quase duas horas.

(Por Luciana Otoni)