Wall St tem 2º dia de forte alta com ganhos das ações do setor de energia

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015 20:50 BRST
 

NOVA YORK (Reuters) - Os principais índices acionários dos Estados Unidos subiram mais de 1 por cento nesta terça-feira, impulsionados por ganhos em papéis de energia que acompanharam a alta dos preços do petróleo e pelo aumento acima do esperado nas vendas de automóveis nos EUA em janeiro.

O índice Dow Jones subiu 1,76 por cento, a 17.666 pontos, enquanto o S&P 500 teve ganho de 1,44 por cento, a 2.050 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq subiu 1,09 por cento, a 4.727 pontos.

As atividades de fusão também ajudaram o mercado, com as ações da Office Depot subindo 21,6 por cento, para 9,28 dólares, após o Wall Street Journal informar que a empresa estava em negociações avançadas para fusão com a Staples. Os papeis da Staples avançaram 10,9 por cento, para 19,01 dólares.

O S&P 500 subiu 2,8 por cento nas últimas duas sessões com a recuperação dos preços do petróleo e as esperanças de um acordo da dívida grega diminuindo algumas preocupações sobre a economia global.

O ano até agora tem sido marcado por volatilidade, com a faixa de oscilação diária do S&P 500 sendo muitas vezes mais do que o dobro de sua média em relação ao ano passado.

Os preços do petróleo nos EUA subiram 7 por cento, a 53,05 dólares o barril. Desde o fechamento de quarta-feira, os preços do petróleo tipo Brent e nos EUA subiram cerca de 19 por cento.

O índice de energia do S&P 500 avançou 2,8 por cento nesta terça-feira, enquanto as ações da Exxon Mobil subiram 3 por cento, a 92,25 dólares e da Chevron tiveram alta de 3,3 por cento, a 109,53 dólares.

"Alguns dos que estavam extremamente pessimistas começarem a abandonar suas apostas pessimistas quando pareceu que se teria um piso de curto prazo no petróleo", disse o diretor da negociação de ações da Wedbush Securities Michael James.

"Algumas das pressões de operações na commodity em si diminuíram de certa forma. Com isso, houve mais espaço para e mentalidade de se tomar riscos em ações".

As vendas de automóveis superaram as expectativas em janeiro nos EUA, impulsionadas pelos baixos preços da gasolina e pelo crédito fácil. As ações da Ford Motor subiram 2,5 por cento, a 15,65 dólares, as da General Motors subiram 2,6 por cento, para 33,98 dólares e da Fiat Chrysler avançaram 3,33 por cento, a 13,95 dólares.

(Por Caroline Valetkevitch)