China corta taxa de compulsório de bancos para impulsionar crescimento

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015 08:58 BRST
 

PEQUIM (Reuters) - O banco central da China cortou o volume de dinheiro que os bancos devem manter como reservas nesta quarta-feira, o primeiro corte abrangente para o setor desde maio de 2012, dando mais liquidez à segunda maior economia do mundo para ajudar a impulsionar empréstimos bancários e combater a desaceleração do crescimento.

O BC chinês reduziu a taxa de compulsório para todos os bancos comerciais em 0,5 ponto percentual.

A redução entrará em vigor na quinta-feira, disse o banco central num comunicado em seu website www.pbc.gov.cn.

Isso levará a taxa de compulsório para grandes bancos chineses a 19,5 por cento, ante 20 por cento.

(Por Judy Hua, Kevin Yao e Koh Gui Qing)